Conceição Queiroz

Conheça o trabalho da artista

São Queiroz descobriu na tinta e no pincel sua forma de se expressar. Suas obras têm força, impacto e sentimento.

São Queiroz - Aquarela

Aquarela

"Não sou aquarelista pura, uso a aquarela no meio de outras técnicas. É um processo delicado, precioso. Sempre ponho nanquim de alguma forma, para dar um dado mais gráfico."

São Queiroz - Óleo

Óleo

"Adoro. Me agrada a sensação, o contato com a tinta a óleo. Independente do resultado plástico, eu gosto desse embate da elasticidade da tinta, que está sempre transmitindo uma ideia. Adoro mergulhar nesse sensorial e nas possibilidades."

São Queiroz - Carvão

Carvão

"Uso muito, como coadjuvante do desenho no papel. Posso fazer um desenho, molhar parte do papel, usar nanquim e carvão para traçar as linhas e deixar a ação da água borrar o desenho."

São Queiroz - Desenho

Desenho

"Foi o começo de tudo, como em geral é: quando só há você, um espelho, lápis e papel. Daí vieram meus autorretratos. O desenho é importante, uma base de observação, sua referência, o seu entorno."

São Queiroz - Litogravura

Litogravura

"Dá asas à sua imaginação. Você pode fazer várias experiências com sobreposições de desenhos e de cores na hora da impressão. Gosto bastante de desenhar na pedra e ficar na expectativa de ver o desenho impresso."

São Queiroz - Bico de Pena

Bico de pena

"Gosto muito, acho bonito o resultado. Pego três tipos de pena, de grossuras variadas, e misturo o nanquim para ficar mais espesso ou mais diluído. Faço minha interferência no papel, em geral com água, para provocar borrões."