Sesc Pompeia inaugura exposição sobre centenário da Bauhaus

O Sesc Pompeia é palco da exposição bauhaus imaginista: Aprendizados Recíprocos, um dos quatro “capítulos” do projeto internacional que comemora o centenário da Bauhaus, a inovadora escola de arquitetura, artes e design, fundada na Alemanha em 1919 – e fechada pelo regime nazista 14 anos depois.

O projeto abrange diferentes exposições, simpósios e debates que estão percorrendo países como Japão, China e Rússia, que foram influenciados pela pedagogia da Bauhaus. O objetivo é explorar intercâmbios transculturais entre os diversos movimentos globais de reforma que enxergavam na arte um agente de mudança social.

Apesar do curto período de  funcionamento da escola, o tempo foi suficiente para gerar um impacto gigantesco na história da arte e influenciar artistas por todo o mundo.

Na mostra, são apresentados cerca de 30 artistas e 300 trabalhos entre cerâmicas, têxteis, desenhos, utensílios populares, livro originais da biblioteca da Bauhaus, cartazes, fotografias, publicações, correspondências e vídeos.

O projeto tem curadoria de Marion von Osten (Berlim) e Grant Watson (Londres), com apoio dos pesquisadores Luiza Proença (São Paulo), Maud Houssais (Rabat), Anja Guttenberger (Berlim), Elissa Auther (Nova York) e Erin Alexa Freedman (Nova York).

A exposição é realizada pelo Sesc São Paulo, em parceria com a Bauhaus Kooperation Berlin Dessau Weimar, o Goethe-Institut e a Haus der Kulturen der Welt (HKW).

Artistas em exposição

A escolha do Sesc Pompeia não ocorreu à toa, já que uma das artistas apresentados é Lina Bo Bardi. Em 1951, ela fundou ao lado de Pietro Maria Bardi e Jacob Rutchi, o Instituto de Arte Contemporânea (IAC), no Museu de Arte de São Paulo. O IAC foi a primeira escola de desenho industrial do país e possuía influências nítidas da Bauhaus. A primeira exposição da instituição no Masp foi, inclusive, do ex-aluno da Bauhaus Max Bill.

Além de Lina, outros artistas brasileiros que foram influenciados pela escola alemã estão na exposição, como os do Grupo Frente, que incluem a artista plástica e multimídia Lygia Pape, a pintora e escultora Lygia Clark e o artista plástico e performático Hélio Oiticica. Na seção brasileira, há também obras realizadas na escola de arte do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro – criada por Ivan Serpa – e, ainda, uma instalação realizada por Paulo Tavares.

Foto: Gili Merin - Reprodução Arch Daily
Foto: Gili Merin – Reprodução Arch Daily

Serviço:
bauhaus imaginista: Aprendizados Recíprocos
Quando
: até 6 de janeiro de 2019 | terça a sexta, das 10h às 21h30 | sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h
Onde: Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93 – Pompéia
Para agendamentos de grupos: agendamento@pompeia.sescsp.org.br ou (11) 3871 7759
Grátis