Tomie Othake inaugura mostra do artista Pedro Moraleida

Pela primeira vez em São Paulo, Pedro Moraleida (1999) é homenageado no Instituto Tomie Othake, em Pinheiros, em uma mostra que reúne parte de sua vigorosa e extensa produção, interrompida com sua morte precoce aos 22 anos.

Na arte brasileira contemporânea, Moraleida é um dos artistas mais expressivos de sua geração, expressando fúria, cor e gestual. Desde 2016, o Instituto Tomie Ohtake busca viabilizar a primeira retrospectiva do artista fora de sua cidade natal, Belo Horizonte.

Na exposição “Canção do Fogo Fervente” estarão expostos mais de 200 trabalhos, entre pinturas, poemas, crônicas, manifestos e vinhetas musicais, em uma seleção de obras que não se encaixam em nenhuma tendência e nem ao seu tempo. O trabalho do artista é marcado por críticas sociais e políticas, inclusive ao mundo da arte. O acervo é mantido por seus pais.

A curadoria é de Paulo Miyada. “Seu leme parece ter sido a decisão de se colocar em desacordo com toda sorte de consenso, fosse ele estético, moral ou comportamental”, destaca. Na exposição, todo o esforço foi feito para que as obras aparecessem com sua potência disruptiva e, ao mesmo tempo, amplamente contextualizadas pelas ideias e pulsões do artista.

Entre os trabalhos, destaca-se “Faça você mesmo sua Capela Sistina”, a mais ambiciosa de suas proposições, ocupando quase uma sala inteira. “Encontram-se do retrato passional da amizade até a escatologia visceralmente lançada sobre todo e qualquer símbolo de poder, passando por desabafos de inadequação social e por desaforos ao bom mocismo”, ressalta Miyada.

Pesquisadores e curadores como Marcos Hill, Rodrigo Moura, Camila Bechelany e Maria Inês Coutinho debruçaram-se sobre seu trabalho em mais de uma ocasião. No ano passado, uma mostra retrospectiva no Palácio das Artes em Belo Horizonte cativou amplo debate público.

Obra "Os Sete Pecados Capitais", exposta no Palácio das Artes (BH) - Foto: Reprodução
Obra “Os Sete Pecados Capitais”, exposta no Palácio das Artes (BH) – Foto: Reprodução

Serviço:
Pedro Moraleida – Canção do Fogo Fervente
Quando:
até 17 de fevereiro de 2019 | terça a domingo, das 11h às 20h
Onde:
Instituto Tomie Othake | Av. Brigadeiro Faria Lima, 201, Pinheiros (próximo a estação Faria Lima da linha amarela do metrô)
Grátis